Identidade visual: Porque ela é tão importante para sua marca?

A identidade visual é uma representação visual de uma marca. Isso quer dizer que vários elementos gráficos, como logotipo, tipografia, paleta de cores e formas geométricas, compõem uma identidade visual. O documento conhecido por manual de identidade visual reúne todos esses elementos, que funciona como um guia e contém tudo o que deve ser utilizado nas comunicações da marca.

Se a explicação parece um pouco abstrata, proponho um exercício. Pense nos seguintes elementos: Um “M” amarelo e vermelho; um “A” com uma flecha embaixo; uma maçã branca com uma mordida. Essas descrições te lembram algo? Se você pensou em McDonald ‘s, Amazon e Apple, você está no caminho certo para entender o que é identidade visual e o quanto ela é importante para uma marca.

Com poucas palavras você conseguiu formar uma imagem mental e se lembrou imediatamente de marcas muito conhecidas no mundo todo. Ou seja, combinando elementos aparentemente banais, formou um todo que representa todos os valores, missão e história de uma marca. Mas engana-se quem acha que essa combinação é feita ao acaso. Na verdade, sua definição vem depois de muita discussão, estudo e experimentação, para que seu efeito seja impactante e duradouro.

Mas, afinal, o que é a identidade visual?

É a representação visual da sua empresa. Isso quer dizer que é por meio dela que os clientes reconhecem seus produtos e serviços e lembram-se da sua marca nos pontos de venda. Seu principal elemento é o logotipo, posicionado em produtos e materiais de divulgação, por exemplo. Assim, eles identificam aquele elemento como pertencente à sua marca e geram engajamento do consumidor.

Outros elementos, como cores, tipografias, formas e texturas trazem informações valiosas ao consumidor sobre sua marca. Por exemplo, pense em quantas empresas de seguro possuem o azul em sua identidade visual. Isso não é coincidência: empresas que trabalham com seguros precisam trazer um tom de segurança, de tranquilidade. Os tons de azul causam essas sensações, passando calma e confiança ao cliente.

Os benefícios de uma identidade visual bem construída

Se você ainda não se convenceu da importância da identidade visual para o crescimento de uma marca, pense nessa situação: você está com fome e resolve pedir alguma coisa no seu aplicativo de delivery preferido (pode ser o verdinho com preto ou o vermelho – viu o que eu fiz aqui?). Acaba se decidindo por um hambúrguer, dá uma olhada nas lanchonetes disponíveis e encontra uma com um preço bom, com uma classificação boa, mas sem fotos dos pratos. Parte para um próximo restaurante e está lá: preço um pouco mais elevado, classificação boa, mas com fotos que te fazem salivar de tanta vontade. Em qual das lanchonetes é mais provável que você escolha sua refeição?

Com a identidade visual é o mesmo processo. Isso porque ela causa dois efeitos marcantes no público: ela passa autoridade e gera reconhecimento. Uma foto bem planejada de um sanduíche é mais confiável do que apenas uma descrição em texto. Uma marca com uma identidade visual bem estruturada causa mais impacto do que uma marca que não a possuí ou não a pensou direito. Assim funciona também com o reconhecimento: quantas hamburguerias não fazem a mesma receita de x-salada? E quantas delas tem aquela foto bem elaborada que te faz sonhar com o lanche toda vez que você fica com fome?

Você consegue se lembrar facilmente de algo que não tem uma referência visual?

Manual de identidade visual: principais elementos para montar um manual arrasador

Para ter uma identidade visual bem construída é necessário elaborar um excelente Manual de Identidade Visual. Em primeiro lugar, faça um briefing sobre a sua marca. Essa é a melhor forma de começar a estruturar seu guia. Como você a enxerga? Como você quer que ela pareça aos olhos do público? Quem é a sua persona e quais são as dores dela? Qual seu diferencial em relação aos seus concorrentes? A partir dessas perguntas (e de tantas outras possíveis) terá uma noção de como sua identidade visual deve parecer.

Em seguida, com o briefing pronto, faça um brainstorm com a sua equipe. O brainstorm é literalmente uma tempestade de ideias. Para isso, reúna todo mundo e coloque todas as suas ideias na roda. Na sequência, anote tudo, não importa se a ideia pareça fraca ou sem sentido: o que parece não ter nada a ver agora pode virar um grande plano no futuro.

Aqui é sempre bom lembrar: tenha sempre sua persona em mente, pois é ela quem deve guiar suas decisões relativas à identidade de marca.

Por fim, partindo para uma parte mais técnica e voltada ao design, vamos pensar agora em paleta de cores, tipografias, formas geométricas, texturas, slogans e outros elementos que formarão sua identidade visual. Para isso, recomendamos fortemente que a função fique a cargo de um designer. Isso porque esse profissional colocará todo o conhecimento dele para que a sua identidade visual seja a melhor representação possível da sua marca. Portanto, não economize aqui: para que sua marca transmita toda sua autoridade, é essencial contar com um bom profissional.

E nos meios digitais? 

A identidade visual é de extrema importância se você está no mundo digital. O motivo é que ela unifica toda a sua presença online através de uma única estética visual. Além disso, ela também deve identificar seu conteúdo publicado.

Pensando nisso, suas redes sociais e seu site devem se comunicar visualmente. Ter o mesmo esquema visual no Facebook, Instagram, Twitter ou quaisquer outras mídias sociais em que sua empresa está presente traz não apenas uma sensação de unidade, como também de organização. A comunicação é importantíssima em qualquer empresa, ou seja, todos devem falar a mesma língua. Isso vale também para linguagem visual.

Se você publica qualquer conteúdo, seja posts de blogs, stories no Instagram, microtextos no Twitter ou chamadas no Facebook, vincular a sua imagem a esse conteúdo é importante. Isso porque ele tem potencial para ser altamente replicado, o que pode levar sua marca a alcançar pessoas que talvez não alcançariam de outra forma.

Conclusão

A identidade visual não é apenas um elemento estético: ela define a sua marca e como ela deve parecer aos olhos do público. Portanto, ela precisa ser bem pensada, bem estruturada para que seja aplicada nos seus produtos, serviços, materiais e tudo o que estiver relacionado a sua empresa.

Um manual de identidade visual bem feito garante que essa aplicação será bem sucedida e, além disso, padronizada, dando uma sensação de unidade em todas as divisões de sua marca. Use a criatividade (e o bom senso) e garanta que sua marca seja reconhecida.

Quer desenvolver uma identidade visual para a sua empresa e se destacar no seu mercado? A equipe da Brave tem tudo para criar o melhor visual para sua empresa. Fale conosco!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Usamos cookies para garantir uma melhor experiência de navegação no nosso site.